Dialog, Common sense and Empathy

Dialog, common sense and empathy. When aligned, these three doors easily break any state of interest, business, language, market, domination, ambition and empire. Essential for our success as human beings: without them we are instantly converted to our monochromatic, sad and mediocre lives. It is worthless to know multiple idioms and not caring about others’ feelings, it is not enough to practice common sense if you have no way to express it and it does not do if you do have empathy and dialog but can’t live your own life. They have to operate combined, unified. Imagine the power coming from inside something where these three pillars are operating in harmony…

Bring a DSLR

Focus on results, not efforts: bringing a DSLR with good and heavy lenses is, in fact, more burdening than carrying a cell phone, but it is certainly more likely to give you on better results as a photographer, especially on portraits. Software still can’t do what analog lenses can, and better quality files containing more information for further editing are also obtained. It’s heavy, expensive and tough but it’s an effort that totally pays off. In 2019, my goal as a travel photographer is to resist the inconvenience of having to carry a DSLR 💪

Radio City Music Hall

It may take hours to edit when the color you want to highlight is spread and mixed in the image but I believe the result is beautiful and the process of getting there is also relaxing – therapeutic, I would say. I wish I had the power of using the desaturate brush in real time on my eyeballs, perhaps glasses that do that automatically. Imagine how would be the real world using such a device! I hope we get there in the next 15 years! It would also be great to have the ability to mute unwanted sounds on demand. We will get there, I’m confident 🤩

Seattle Public Market

Desde quando comecei a trabalhar na Amazon em 2015 eu tenho ido com uma certa frequência pra Seattle, uma cidade que fica no estado de Washington (e não Washington D.C., que é outra coisa…) e que hospeda algumas empresas interessantes como Amazon, Microsoft e Starbucks. Seattle possui algumas influências musicais marcadas pelo estilo grunge/rock e é a terra de bandas como Nirvana, Pearl Jam, Soundgarden, Foo Fighters, Alice in Chains, Jimi Hendrix e muitas outras! Minha primeira ida pra lá foi em Fevereiro de 2015, obviamente como em toda viagem a trabalho, procurei no Trip Advisor/Yelp coisas pra fazer antes e depois do expediente, e foi por aí que cheguei ao Seattle Public Market, que ficava 10 minutos andando do meu hotel. Foi numa terça-feira de manhã, há quase 4 anos atrás que visitei o mercado pela primeira vez. Nessa primeira visita eu infelizmente estava sem minha câmera. Vi algumas...

Storm King Arts Center

O Storm King Arts Center é um lugar em NY onde pessoas podem visitar e explorar livremente por enormes obras de arte espalhadas por um vasto gramado muito bem cuidado, talvez até dignas de cenário cinematográfico. A mistura entre o natural e a intervenção humana em forma de obra de arte realça muito bem ambas as partes. Por serem de metal, algumas obras são muito pesadas e creio que por esse motivo elas sejam permanentes, outras são sazonais e estão lá de passagem, esse link contém um guia das exposições que estão lá no momento em que você lê esse post. É interessante observar a dimensão dessas obras tentando buscar base de comparação métrica como árvores e pessoas, em algumas fotos você pode ver pelas árvores que as esculturas são realmente muito grandes. Eu fui lá há uns dias atrás e fiz umas fotos com a 5D e fiz essas...

Twitter

@cloudlopes

Linkedin

Rafael Lopes

GitHub

@bobeirasa