Manhattan Bridge

Nesse último domingo fomos a um churrasco na casa de um amigo que mora no Brooklyn, foi no terraço do prédio dele e de cara quando cheguei lá em cima vi a ponte do Brooklyn de um ângulo muito pouco comum, onde eu tinha espaço para uma perspectiva inusitada explorando alta exposição. Eu não sabia que teria uma vista tão sensacional da Brooklyn Bridge e por isso nem levei tripé e nem pensava em fazer alta exposição nenhuma, afinal, fui lá com o objetivo primário de socializar no churrasco, e não de fazer fotos: fato que certamente inverteu-se.

Com o passar da tarde, o Sol se pôs e a noite chegou iluminando os pixels de Manhattan e da paisagem urbana que a cerca. Deu pra fazer um registro bem bacana. Como eu não tinha tripé, tive que apoiar a câmera em uma mesa, o que não traz a melhor vantagem na hora de fazer foto de paisagem, mas até que não ficou ruim :P

Image

Fiz também algumas outras fotos que não ficam atrás, explorando a luz antes do Sol se pôr.

Image Image

Como ficar carregando um tripé é um trabalho extra, o que farei a partir de agora é procurar andar com um tripé pequeno. Existem uns modelos com pernas curtas que servem para ser utilizados quando você já possui algum tipo de superfície para apoia-lo. Tem um da Manfrotto muito bom e estável que eu geralmente uso para fazer selfie com o celular, mas possui uma estabilidade boa para ser usado com uma DSLR. Pode ser uma belíssima mão na roda quando houve superfície auxiliar.

Obrigado Amaury e André pelo churrasco, social e terraço!

Twitter

@cloudlopes

Linkedin

Rafael Lopes

GitHub

@bobeirasa